Redação do ENEM: tudo que você precisa saber


Você vai fazer ENEM este ano e não sabe nem por onde começar a redação? Então, não perca este artigo, em que você vai aprender como é a redação do ENEM, qual a estrutura e como começá-la.

Nada melhor do que a preparação para evitar o branco no dia da prova. Fique atento às exigências, regras, estrutura e argumentação que você terá mais facilidade em desenvolver seu texto e conquistar seu sonho de entrar na faculdade e curso escolhidos.

Afinal de contas, como é a redação do ENEM?

A redação é utilizada para avaliar se o candidato adquiriu as competências e habilidades necessárias até o momento da prova.

É claro que a prova não te define, nem diz se você é competente ou não; entretanto, ela é uma métrica importante e vale pontos para conquistar seus sonhos

Por isso, dê a atenção necessária e se dedique a esta fase da sua prova, leia este artigo e descubra como é a redação do ENEM.

Regrinhas básicas para não perder a prova ou pontos de bobeira

Veja a seguir as exigências mais básicas da prova e comece a entender melhor como é a redação do Enem e qual é o seu funcionamento e regras de avaliação.

Número de linhas

Esse ponto é simples de observar (com o treino você tirará de letra), mas tenha atenção a ele; pois, se o texto estiver fora dos limites mínimos e máximos, você pode zerar a redação do ENEM.

Veja a seguir como é a redação do ENEM no quesito linhas:

Sua redação deve ter entre 8 e 30 linhas, se ela tiver apenas 7 linhas você vai zerar a redação, mas se tiver mais que 30 linhas o mesmo acontece. Tenha atenção para fazer a prova de forma adequada.

Qual a letra ideal para o dia da prova?

Em primeiro lugar: legível, o avaliador deve conseguir distinguir corretamente uma letra da outra, os acentos, vírgulas e pontos.

Portanto, procure ter a maior legibilidade e clareza possível, esse ponto é muito importante no processo de ir descobrindo melhor como é a redação do ENEM e se ajustando a isto.

Clique aqui para aprender como melhorar a letra para a sua redação

Não esqueça de preencher as linhas até o final, sem espaços sobrando ou faltando. Observe bem a separação correta das palavras caso precise continuar uma palavra na outra linha.

Independente de escrever com letra cursiva ou de fôrma, faça diferença marcada entre uma letra maiúscula e minúscula.

Título, devo colocar ou não?

Um ponto também importante para avançar no conhecimento de como é a redação do ENEM é entender os critérios de avaliação relacionados ao título.

De forma geral dê título apenas se for solicitado de forma explícita no comando da redação ou edital. Os editais e provas do Enem até aqui não solicitaram título, embora aceitem ele.

É importante dizer que ao colocar um título, você vai gastar uma linha da sua prova e tempo precioso em uma prova longa como é a do ENEM.

Então, a menos que não seja solicitado é melhor nem pôr um título; já que no edital do Enem 2020 ficou bem claro que o título não faz diferença alguma na avaliação de competências.

Quanto tempo tenho para fazer a redação do ENEM?

Um dos pontos críticos para aprender como é a redação do Enem é buscar entender e administrar o tempo de prova. No dia da prova de linguagens e seus códigos você terá uma hora a mais para fazer a sua redação, de forma geral será tempo suficiente, se você estiver treinado.

Uma dica para se ajustar ao tempo corrido de prova do ENEM é buscar ler, junto ao comando da prova, o texto de apoio e o direcionamento da redação; se achar o tema difícil busque fazer a prova de linguagens para ter mais ideias.

Mas, se entender que o tema é acessível para você, busque fazer primeiro a prova de redação, com a cabeça fresca. Não gaste muito mais do que uma hora com sua redação, ok? 

A caneta ou a lápis?

Este é um ponto importante para entender como é a redação do ENEM; por isso, note que sua redação é como um documento que atesta sua proficiência nas competências avaliadas.

Portanto, deve ser feita com caneta preta, fabricada em material transparente.

Veja mais 50 dicas para a redação do ENEM

Agora que já entendemos os pontos básicos de como é como é a redação do ENEM, vamos avançar um pouco ver como é a estrutura, como começar e como funcionam os textos de apoio.

Além de buscarmos compreender também a importância do conhecimento de mundo, da proposta de intervenção e os critérios de correção

Veja a seguir mais informações sobre a estrutura da redação do ENEM.

Como é a redação do ENEM: Estrutura textual

A estrutura da redação do ENEM é baseada em um texto argumentativo dissertativo, inclusive é característica do Enem a necessidade de apresentar uma tese e proposta de intervenção, sendo estas são características muito importantes da estrutura da redação do ENEM

Siga no texto e veja mais detalhes de como é a redação do ENEM.

Primeiro ponto é decidir sua tese. A tese nada mais é do que a ideia você vai defender, não esqueça de considerar os direitos humanos, depois selecione quais são os argumentos são mais relevantes para defender sua ideia.

Se tiver dificuldades em selecionar os argumentos, veja os textos de apoio e a prova de linguagens e seus códigos.

Esta parte refere-se ao planejamento estrutura da redação do ENEM, não esqueça de respeitar a estrutura solicitada no edita: Introdução -> Desenvolvimento -> Conclusão, veja a seguir mais sobre estes itens.

Estrutura da redação do ENEM: Introdução

Na introdução você deve contextualizar o leitor (e avaliador) nas ideias e temas que você vai abordar; não presuma nenhum conhecimento anterior, seja claro.

Clique aqui para saber mais sobre como começar a redação

Além de contextualizar apresente as ideias que você vai defender de forma rápida e prepare espaço para os parágrafos de desenvolvimento.

Estrutura da redação do ENEM: Desenvolvimento

É importante, neste ponto, que você entenda que os textos de apoio não podem de forma alguma ser copiados na sua redação; no máximo, você pode citar o autor, jornal ou revista para dar mais autoridade a sua argumentação.

Estrutura da redação do ENEM: Conclusão

Aqui você deverá apresentar um fechamento, e também uma proposta de intervenção.

Procure, apresentar uma solução ou parte dela, não esqueça de não ferir nenhum direito humano na sua proposta de intervenção, pois isto poderá trazer uma baixa de 200 pontos na sua redação.

Como é a redação do ENEM: Critérios de avaliação

Você deve entender que será avaliado em uma nota de 0 a 1000 pontos, em cinco critérios, cada um deles valendo 200 pontos na avaliação.

Preste atenção nas competências exigidas elas te darão um bom panorama de como é a redação do ENEM.

Competência 1: “Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa”

Aqui vão ser avaliados conhecimentos como a acentuação gráfica correta, uso do hífen, crase e ortografia adequada.

Além da adequação a um registro formal da língua portuguesa, por isso que na redação do ENEM você não pode utilizar termos informais ou ter um texto com marcas de oralidade.

Competência 2: “Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa”

Para ter boa avaliação nesta competência, você deverá buscar ter maior atenção ao tema proposto, tire um tempo para ler e reler o tema e os textos de apoio.

Clique aqui e conheça 10 temas possíveis para a redação do ENEM 2020

Tenha certeza que entendeu sobre o que deve escrever e qual o tema deve abordar; tome cuidado para não se “emocionar” durante uma argumentação e fugir do tema, ou tangenciá-lo.

Trate o tema de forma clara e objetiva, deixe claro já desde a introdução que você está trabalhando o tema proposto. Discorra sobre ele na dissertação e faça uma proposta de intervenção que trabalhe diretamente o tema.

Competência 3: “Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista”

Esta é a parte que se refere ao planejamento do texto (veja mais detalhes a seguir), aqui você deverá buscar argumentos que defendam sua tese.

Utilize o texto de apoio, sem copiá-lo; fatos que você lembre e tenha clareza para se referir a eles: contam fatos recentes e históricos, fuja de frases feitas e senso comum. Seja original.

Se lembra de alguma ideia que alguma autoridade no assunto defende? Não deixe a oportunidade passar, entretanto, faça só se você tiver certeza da grafia do nome e que a ideia está corretamente descrita.

Competência 4: “Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação”

Nesta competência você deverá demonstrar a coesão textual.

Para demonstrar que você tem esta competência busque encadear suas ideias de maneira adequada clara e obedecendo o bom senso sempre.

Além disso, utilize sinônimos, substitua termos e evite repetições desnecessárias, lembre-se que você dever ser formal e claro na sua construção textual.

Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

A proposta de intervenção é um ponto crítico do seu texto, pense bem na solução que você vai apresentar. Ela não deve de forma alguma sugerir algum desrespeito a alguém ou a um direito individual de um grupo ou coisa parecida.

Isso inclui cercamento de liberdades como: direito a vida, a livre expressão, a moradia, direito à informação. Também lembre de defender na sua tese final, algo que lembre: racismo, xenofobia, supremacia racial ou qualquer outra coisa; nem mesmo tangencie argumentar a favor destes assuntos.

Além disso, a tese de intervenção deve oferecer uma solução palpável, aplicável, ainda que complexa; mas, sempre dando o devido valor a uma boa solução.

Você pode também encontrar mais informações na cartilha do estudante do ENEM.

Como começar uma redação: Entendendo a proposta

Leia com atenção a proposta de redação e os textos de apoio, eles te darão um importante panorama geral. Atente com cuidado para o tema, note quais as suas nuances e inclinações.

Por exemplo, em um tema geral como racismo, ele pode estar inclinado ao racismo no mundo ou no Brasil, pode ser uma análise história ou uma análise contemporânea. Também pode ser voltado a uma análise de atitudes prejudiciais, extremistas ou é mais voltado a microagressões.

Planejando a abordagem

Pense antes de sair escrevendo qual a sua abordagem textual. Descrever um tema principal e ir discorrendo sobre ele na abordagem? Ou você terá dois argumentos principais que trarão sustentação a sua argumentação.

Neste momento, lembre-se claramente do gênero do texto: dissertativo-argumentativo e programe o seu mindset (configuração mental) para produzir neste tom.

Selecionado os argumentos

Estabelecido seu ponto de vista no assunto escolhido, selecione os argumentos que vão sustentar sua tese. Lembre-se senso comum não é argumento que sustente tese alguma; dê preferência a argumentos que tenham:

  • Fatos históricos
  • Defendidos por autoridades no assunto
  • Acontecimentos recentes
  • Livros conhecidos
  • Revistas e jornais de grande circulação

Definindo a estrutura da redação do ENEM

Antes mesmo de começar a escrever seu texto, faça um rascunho que resuma o que você vai falar em cada parágrafo. Por exemplo

  • 1º Parágrafo -> introdução: contextualização sobre racismo no século XXI
  • 2º Parágrafo (terceiro e quarto, se for o caso) -> argumento 1, 2 e 3.
  • Finalização: Conclusão e análise de uma proposta de intervenção adequada, justa e principalmente coerente.

Rascunho

Neste momento você começa a escrever sua redação propriamente dita, com a estrutura em mente, ficará muito mais fácil.

Entretanto, utilize o rascunho, reveja ele, faça acertos e depois com todo o cuidado passe sua redação para a folha resposta.

Agora que você já entendeu bem melhor como é a redação do ENEM, verá que as coisas fluirão com mais facilidade.

Bônus: Como adquirir conhecimento de mundo para a prova de redação do ENEM

Não é difícil, escolha um meio de informação que você goste, sejam livros, revistas, audiovisual ou quadrinhos, escolha sempre aqueles com mais conteúdo, mais estruturado.

Como é a redação do ENEM, você precisará demonstrar que não está desinformado.

Por exemplo, se você gosta de revistas, escolha alguma de grande circulação, já no áudio visual escolha um bom documentário, não esqueça dos famosos quadrinhos da Mafalda e suas constantes aparições no ENEM.

Conclusão

Neste artigo tentamos abordar diversos temas sobre como é a redação do Enem, desde detalhes mais práticos, como também dicas para adequar sua escrita a prova e exigências do Enem.

Vimos também estrutura redação ENEM, e dicas para desenvolver bem suas ideias através da tipologia textual dissertativo-argumentativa.

Além disto, você descobriu quais são as 5 competências que valem pontos na sua prova. Também vimos sobre a proposta de intervenção e como você procurar ser coeso e objetivo, respeitando os direitos humanos.

Por fim, discutimos sobre como começar uma redação e ainda vimos dicas sobre como adquirir conhecimento de mundo para a prova de redação do ENEM.

Se você quiser estudar comigo e garantir uma preparação mais rápida e certeira, clique aqui e conheça meu curso de Redação para o ENEM

André Gazola

André Augusto Gazola é formado em Letras, professor especialista em escrita e redação para ENEM, vestibulares e concursos públicos, além de pós-graduado em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura.

Leia Também:

E-BOOK GRÁTIS!
OS 10 ERROS QUE EU VOU ENCONTRAR NA SUA REDAÇÃO DO ENEM

[Gratuito e atualizado para o ENEM 2020]
Aprenda quais são e como corrigir os erros mais comuns que eu achei nas minhas correções do ENEM.
BAIXAR JÁ
Escrito pelo prof. André Gazola, avaliador de redações do ENEM.
close-link