Proposta de intervenção da Redação do ENEM: 4 coisas que não podem faltar


Quando o assunto é Enem, a Redação tem uma boa parte do protagonismoOpens in a new tab..

Você já pensou que um “simples” texto de 30 linhas tem o mesmo peso das outras provas (ou seja 20% de todo o ENEM)?

É essencial saber como fazer uma boa proposta de intervenção na Redação do Enem, assim como um bom texto. Por isso, existe uma grande procura por parte dos estudantes por dicas para fazer a Redação.

Claro, não apenas dicas, mas cursos, aulas, exemplos etc. Tudo que pode ajudar na hora de fazer a Redação, pode ser útil para esses alunos. O mais popular é, com certeza, os cursinhos especializados no Enem.

Neste artigo vou te ajudar diretamente nessa questão! Bora?

Na redação do Enem, os candidatos precisam escrever um texto dissertativo-argumentativo com no máximo 30 linhas e sobre um tema específico dado pela prova.

A redação do Enem exige que você elabore proposta de intervenção para o problema abordado. Sempre respeitando os direitos humanos. Em outras palavras, você deve apresentar uma tese sobre o tema, apoiada em argumentos.

No entanto, também é necessário oferecer uma proposta de intervenção na vida social. Essa é a parte mais importante na prova. É uma das competências que mais geram dúvidas entre os participantes.

As dicas de como escrever essa parte específica estão aqui. Vamos explicar por partes.

Primeiro, vamos relembrar quais são as competências que a Redação do Enem avalia:

  • Competência 1. Demonstre domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
  • Competência 2. Compreenda a proposta de redação. Assim, aplique conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  • Competência 3. Selecione, relacione, organize e interprete informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4. Demonstre conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5. Elabore uma proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Intervenção é diferente de Solução

As questões sociais apresentadas na prova não são questões simples e fáceis. Elas são complexas, difíceis e já recebem atenção da sociedade e dos governos há tempos.

Assim, ao pedir uma proposta de intervenção, o Enem não espera que você apresente algum tipo de solução. Pelo contrário, o avaliador espera que a redação contenha uma tipo de meio para enfrentá-la.

Ao mesmo tempo, essa proposta não precisa ser exatamente original e inédita. Você pode citar e/ou adaptar medidas já propostas no passado ou ampliar ações já adotadas. E isso será um bom jeito de se dar bem na Redação.

Para ser capaz de pensar e escrever dessa maneira, é sempre importante pesquisar sobre as questões sociais que mais estão se destacando no momento.

Em outras palavras, você precisa entender como aumentar seu conhecimento de mundo rapidamente para aplicar na redação.

Características de uma boa proposta de intervenção

Propostas completas são fundamentais se você quer garantir os 200 pontos.

Afinal, elas irão expressar sua capacidade de compreender a abrangência e complexidade de questões sociais, além de ajudar a melhorar o entendimento sobre como essas questões podem ser encaminhadas.

Ana Paula Dibbern, professora e coordenadora do Cursinho Maximize, de São Paulo explica:

É recomendado que a proposta de intervenção social contemple mais de uma ação. A proposta pode conter uma forma de intervenção no sentido de conscientizar as pessoas. E também outra relacionada à regulação e fiscalização. Mas é preciso ser cuidadoso, pois será necessário que as duas ações precisam estar detalhadas, interligadas e claras.

Aqui estão todas as partes que sua proposta deve conter:

Síntese

Você precisa deixar explícito por que sua proposta interfere positivamente na questão colocada.

Isso precisa, no entanto, ser feito de maneira sintetizada, já que seu espaço, em número de linhas, é limitado.

O agente ou agentes sociais

Aqui você precisa deixar claro quem implementará a proposta.

Pode ser: a família, a comunidade, secretarias municipais ou estaduais, o Ministério da Educação ou da Cultura. Enfim, qualquer órgão ou entidade que tenha a função para executar a proposta de intervenção.

O elemento mais importante, contudo, é o indivíduo. Você deve sempre pensar:

O que eu, como indivíduo ativo e participante de uma sociedade, dentro das minhas limitações, poderia fazer para ajudar na resolução do problema?

Implementação

Nesta parte, você precisa explicar exatamente como a proposta irá ser executada. Seja a adoção de um programa de governo, campanhas públicas de comunicação, campanhas educativas.

Todas elas devem ter medidas de implementação, ou seja, explique como será feito aquilo que você está propondo.

Outros mecanismos

Sempre tenha vários meios e mecanismos para executar a proposta.

Por exemplo, sugerir formas de custeio da intervenção irá demonstrar sua compreensão dos diferentes mecanismos existentes e possíveis.

Você pode usar um novo imposto, verba do orçamento público, taxas sociais, participação da iniciativa privada, etc.

É importante que você pesquise mais sobre esses conceitos.

Direitos humanos

Como é conhecido por quase todos, desrespeitar os direitos humanos pode zerar a nota. Assim, para fazer uma boa proposta de intervenção na Redação do Enem, essa parte é essencial.

Mas para garantir que nenhum dos direitos humanos sejam respeitados é preciso aprender o que são eles.

Claro que você pode achar isso na internet. Mas como não é necessário aprender todos, existe uma forma mais fácil para não ferir nenhum desses direitos.

Para isso, basta que você se faça as seguintes perguntas:

  • A implantação da ideia prejudicaria ou seria injusta com algum grupo na sociedade?
  • A realização dessa proposta defendida traria algum dano ambiental?
  • Essa proposta traz argumentos contrários aos que são defendidos pelos movimentos sociais?

Se a resposta para todas essas perguntas for sempre “não”, então não precisa se preocupar. Mas se para alguma dessas questões a resposta for sim, melhor abandonar essa proposta.

O que tem uma proposta nota máxima?

Para começar, precisamos ressaltar que os detalhes são sempre importantes.

Sempre evite propostas vagas. Cite ações concretas, específicas e consistentes e sempre explique com detalhes o desenvolvimento de suas ideias.

Além disso, não foque todos os seus esforços na elaboração da proposta de intervenção. Você pode até desenvolver alguns modelos.

A proposta de intervenção deve estar relacionada ao desenvolvimento do texto. Ela precisa ser coerente e ter relação à tese desenvolvida no texto e aos argumentos utilizados.

Isso irá ajudar a expressar sua visão, como autor, das possíveis soluções para a questão discutida. Então, não negligencie a relação entre o texto e a proposta.

Antes de montar sua conclusão é sempre interessante perguntar-se algumas coisas.

Sim, existem perguntas que irão ajudar a elaborar a proposta.

Responda essas:

  • O que é possível apresentar como proposta de intervenção para o problema abordado pelo tema?
  • Quem deve executá-la?
  • Como viabilizar essa proposta?
  • Qual efeito ela pode alcançar?

Para acelerar sua evolução

Tudo que você aprendeu aqui é um pequeno fragmento do que trabalho em meu curso de Redação para o ENEM.

Eu posso ajudar você a alcançar uma boa nota na redação de maneira mais rápida e consciente, sem o risco de perder mais um ano estudando as mesmas matérias chatas, enquanto vê seus amigos entrando para a faculdade. Clique aqui para conhecer meu curso de Redação Online.

André Gazola

André Augusto Gazola é avaliador oficial de redações do ENEM, formado em Letras, professor especialista em escrita e redação para ENEM, vestibulares e concursos públicos, além de pós-graduado em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura.

Recent Content

Meu Curso de Redação ENEM

Conheça o curso que eu desenvolvi para ajudar você a tirar acima de 900 na Redação do ENEM
CLIQUE E CONHEÇA O CURSO
O único de um avaliador oficial do ENEM.
close-link
Clique em mim