Redação pronta sobre racismo e preconceito racial no Brasil


A redação é uma das mais temidas e importantes partes do ENEM e outros vestibulares. Devido à natureza padronizada dos testes fundamentais para o processo seletivo, a habilidade de escrita do candidato torna-se seu diferencial.

Para assegurar que você tenha esse diferencial, decorar textos alheios na internet não é o suficiente, afinal, não adianta ter o conhecimento base e não entender o modelo de texto que os corretores buscam.

Antes de procurar estudar sobre outros aspectos é bom ter em mente as diretrizes estabelecidas pelo MEC, como evitar o tangenciamento e respeitar os direitos humanos, afinal qualquer ponto de vista que beire a imoralidade ou fuja do tema pode resultar na anulação da sua redação sobre racismo ou em uma grande redução em sua nota. Por isso, é fundamental que esteja atento ao modo em que você expressa suas ideias.

Mesmo que você possa buscar textos sobre racismo na internet, a forma mais eficaz de assegurar um bom desempenho no ENEM e no vestibular é entendendo todos os aspectos de uma redação nota 1000 e reproduzindo-os em sua escrita. Aprenda o passo a passo para ser mestre em escrever sobre segregação racial nesse texto!

Passo a passo para uma redação incrível sobre racismo e desigualdade social

O racismo no Brasil origina do período colonial e desde então vem causando desigualdade no país. Devido à natureza ampla do tema torna-se importante reconhecer os meios de atuação e perpetuação do racismo para elaborar uma tese concisa.

No mais, é importante lembrar que a prova de sua escolha interfere na maneira em que você deve abordar o tema, por exemplo: o tema será abordado de modo mais específico no vestibular da Universidade de São Paulo (FUVEST), trazendo uma perspectiva mais próxima da realidade no Sudeste do país do que em outras regiões.

Enquanto isso no ENEM, o enfoque do tema é mais geral. Você irá elaborar uma tese sobre racismo aplicado em um contexto mais amplo, como: “A apropriação cultural e representatividade de pessoas negras no Brasil.” A partir do seu conhecimento prévio e dados providos pelos textos motivadores você já pode começar a organizar suas ideias para a formulação de sua tese.

A discriminação racial é perpetuada por diversos agentes e mantida por conta da ignorância. A disparidade salarial, injúrias raciais normalizadas, falta e alto custo em produtos para cabelos cacheados e crespos no mercado, brutalidade policial e outros estereótipos e até mesmo políticas públicas não-integrantes contribuem para a exclusão social de pessoas negras. Isso é um reflexo do racismo enraizado na sociedade brasileira, contando com diversos agentes de perpetuação, consciente do problema ou não.

Elaborando uma introdução para redação sobre racismo e discriminação social no Brasil

Fonte: Pixabay

Ter um repertório rico é fundamental para escrever uma redação com argumentos bem fundamentados. Embora o tema seja bem retratado em livros, jornais e até mesmo em sala de aula, é importante ter uma boa noção do impacto do racismo estrutural na sociedade brasileira por meio da observação e análise crítica dos eventos que acontecem em nossa realidade. 

Com uma coleção vasta de livros que retratam o assunto, desde Relíquias de casa velha ao Memorial de Aires, Machado de Assis torna-se uma fonte relevante de repertório. Retratando o racismo aplicado em contexto histórico e nacional.

Não basta se ater ao ativismo de performance, ao apenas demonstrar repúdio à atos imorais permitimos que tenham continuidade. Para possibilitar que haja medidas e políticas públicas contra a desigualdade racial que sejam realmente implementadas, as pessoas em posição de poder devem ter consciência racial. 

Logo, não basta ensinar aos alunos que não devem ser racistas, eles devem aprender a combater o racismo. Para isso, apenas apresentar dinâmicas na sala de aula durante o Dia da Consciência Negra não é o suficiente, o conceito deve ser abordado e discutido frequentemente, levando em conta sua origem e ressonância atualmente.

Torna-se responsabilidade dos alunos aprofundar o conhecimento base concedido pela escola, seja por meio da leitura ou acompanhando ativistas e ouvindo a voz de pessoas negras que se dedicaram a criar conteúdo. O estudo realizado funciona como um catalizador, amplificando sua visão de mundo e permitindo melhor aplicação de suas ideias no tema.

Utilize essa ferramenta para atar a introdução de seu texto à proposta de intervenção de maneira concisa, evitando assim o tangenciamento.

O que é racismo?

O racismo não se resume a injúrias raciais como no racismo velado como o conceito geralmente é veiculado na grande mídia. A intolerância racial é associada à falta de moral e é um problema ideológico que reflete no funcionamento da sociedade brasileira, tornando a cor de pele um fator considerado em entrevistas de trabalho, círculos sociais e havendo até mesmo casos de racismo em algoritmos de aplicativos e redes sociais mainstream.

Há várias perspectivas do problema, e inúmeras possibilidades de abordagens a serem seguidas em um texto dissertativo argumentativo sobre racismo. Há três abordagens possíveis para manter uma linha de pensamento organizada ao escrever seu texto. Os vestibulares demandam que os alunos saibam relacionar as perspectivas a seguir em seus textos.

Três possíveis interpretações do conceito:

  • Sistema de opressão protegido pela constituição federal decorrente de eventos históricos e políticas públicas mal implementadas
  • Exercício da segregação entre diferentes raças com a finalidade de promover a desigualdade racial
  • Demonstração do preconceito racial individual

Ao compreender como relacionar essas abordagens você terá domínio sobre o assunto, consequentemente tendo maior facilidade ao desenvolver sua proposta de intervenção e argumentos.

Racismo como Sistema de OpressãoO racismo no Brasil teve suas origens na era do colonialismo como consequência do eurocentrismo.Embora a lei Áurea tenha garantido o fim do trabalho não remunerado, não houve medidas que incentivassem a integração dos ex-escravos na sociedade ou que impedissem a exploração de sua mão de obra. Um dos exemplos mais visíveis é a disparidade salarial e educacional, onde apenas 29,9% das crianças negras receberam educação decente em matemática.Este exemplo não cobre nem um décimo da situação, afinal o preconceito está enraizado de maneira estrutural no Brasil, afetando todos os ramos da sociedade.Embora o racismo estrutural conste de um problema que afeta boa parte da população com persistência, sua atuação é difícil de interpretar e colocar em texto, utilize do conceito para orientar sua argumentação.
Exercício da segregação racialA segregação é veiculada de diversas maneiras, começando ao sabotar a autoestima de pessoas não-brancas no geral. A veiculação do padrão de beleza eurocêntrico na grande mídia influencia o pensamento da população em grande escala, criando uma supervalorização das características relacionadas ao branco.A segregação racial é notável na diferença de preço e disponibilidade de produtos direcionados a pessoas com o cabelo crespo e cor de pele mais escura. Ultimamente vem ficando mais fácil encontrar marcas de base para maquiagem com tons mais escuros, no entanto, a acessibilidade continua muito maior para pessoas brancas.Um dos motivos que fomenta essa disparidade na acessibilidade à produtos e serviços é a falta de representatividade negra em posição de poder. É fundamental que haja diversidade na governança de um país para que ele tenha leis e políticas públicas justas para todas as raças, afinal as ações do governo tem reflexo na sociedade.Além do mais, é notável que a mira do sistema carcerário tem uma cor da pele específica. O branco constitui minoria dos presos. Isso é reflexo do preconceito no sistema judiciário e da falta de oportunidade enraizada no racismo.
Além desses há muitas abordagens às quais você pode escolher para começar a desenvolver sua redação sobre racismo para o ENEM e vestibular. Esteja sempre antenado nas notícias e possíveis ameaças ao direito humano de existir e se expressar.
Demonstração de preconceito racial no geralO racismo na sociedade é expresso de diversos jeitos e você deve procurar um escopo para ser o foco do seu texto. No entanto a generalização pode ser utilizada para produzir seu texto sobre racismo.Com o auxílio de bons relatos e repertório você tem a possibilidade de elaborar sua redação sobre preconceito racial a partir de uma citação relevante.

Tudo sobre como estruturar sua redação

A estrutura é um dos mais relevantes critérios de avaliação de um texto. Para escrever uma redação sobre racismo no Brasil perfeita, é fundamental que sua introdução, desenvolvimento e proposta de intervenção sejam coesos e bem escritos. Entenda como elaborar seu texto com a tabela a seguir.

IntroduçãoA introdução deve apresentar seu ponto de vista acerca da temática proposta. Aproveite esse espaço para começar a desenvolver uma linha de pensamento que fará sentido com os argumentos que você pretende usar. Por exemplo, você pode relacionar a influência do apartheid na África do Sul no surgimento de políticas públicas que promoviam a segregação nos Estados Unidos.
Desenvolvimento (argumentos)Divida o desenvolvimento em dois parágrafos. No primeiro utilize do contexto introduzido pelo primeiro parágrafo relacionando-o com sua tese sobre racismo, desse modo sua dissertação argumentativa sobre racismo não terá informações soltas.
Conclusão (proposta de intervenção)No decorrer da conclusão você deve finalizar a linha de raciocínio desenvolvida ao longo da redação ao mostrar os caminhos para combater o racismo no Brasil. Lembre-se de não adicionar informação nova no último parágrafo, afinal, isso é uma falha estrutural. 

Saber selecionar e organizar informações é uma das competências cobradas na redação do ENEM, tornando essa habilidade fundamental. A estrutura deve ser planejada de modo que todos os páragrafos estejam conectados, pois apenas assim você conseguirá alcançar a tão desejada nota máxima na redação do ENEM.

 O que fazer e o que não fazer

O que fazerO que não fazer
👍Elabore argumentos concisos, procure reduzir a informação à apenas o necessário no primeiro parágrafo do desenvolvimento e escreva a informação complementar no segundo parágrafo.👎Pelo incrível que pareça às vezes é melhor utilizar uma menor quantidade de palavras e conteúdo em sua redação. Não utilize de notícias ou repertório que fujam do tema pois são de seu interesse.
👍Evite utilizar argumentos válidos e não os incorporar no texto.👎Utilizar de argumentos que tenham ampla possibilidade de interpretação, afinal, isso pode levar ao tangenciamento.
👍Tenha um repertório rico, porém que não seja composto apenas de obras nacionais. Esteja sempre atento à geopolítica e notícias internacionais, afinal, o que acontece lá fora influencia o cenário político-social aqui no Brasil.👎Introduzir novas informações na conclusão. Isso demonstra fragilidade na competência 3 do ENEM.

Ideias de tema para redação sobre racismo

O mito da democracia racial no Brasil

A narrativa utópica de que o brasileiro pós miscigenação é uma mistura do branco, do negro e do indígena invalida debates levantados pelas minorias ao assumir que todos temos os mesmos privilégios por termos um passado em comum.

Inserção social desde a Lei Áurea

Referências à época da escravidão são comuns de se encontrar, e a falta de políticas públicas para realizar a inserção de ex-escravos desde a Lei-Áurea é um bom ponto de partida para desenvolver sua redação.

Você pode relacionar o tema com os modelos atuais de exploração da mais valia de pessoas negras e como o número de negros em condições de subemprego é muito maior do que a de brancos.

Violência policial

A violência policial é uma questão complexa, porém sua raiz se encontra na violência estatal e a maneira como ela é direcionada à algumas populações mais do que a outras. Acontecimentos recentes como o movimento Black lives Matter servem como repertório atual e vão te ajudar a demonstrar maestria em geopolítica.

Como fazer uma redação de 20 linhas sobre racismo

O primeiro parágrafo da redação deve ser utilizado para introduzir sua tese. Para fazê-lo você pode utilizar de ferramentas como citações, acontecimentos históricos ou até mesmo fazer referência à um filme ou outro tipo de conteúdo midiático que encaixe no tema.

A partir dessa apresentação você deve passar a elaborar como escrever o desenvolvimento de maneira que o texto fique sem informações soltas. Com a finalidade de conectar os parágrafos divida o seu desenvolvimento em duas partes (D1 e D2)

O D1 é seu argumento principal e o D2 deve servir apenas para aprofundar a discussão. Deste modo você evita que seu texto não se encaixe na temática proposta.

Use da criatividade ao escrever títulos. Um bom título generaliza sua tese, mas não entrega a linha de raciocínio de cara.

Diferente de como é feito no artigo de opinião sobre racismo, sua redação não deve apresentar pronomes pessoais ou expressões associadas com “achismos”. Por exemplo: “eu acho”, “na minha opinião” e outras expressões que envolvam o uso da primeira pessoa.

Citações sobre racismo para redação

Quando bem utilizadas, as citações enriquecem seu texto servindo como argumento de autoridade. Algumas ideias de frases e citações são:

Martin Luther King:

Fonte: Pensador

Racionais MC’s:

Fonte: Musixmatch

Milton Santos:

Fonte: Folha de S.Paulo 

Uma redação sobre racismo pronta, exemplo em vídeo – comentários da professora Ana Paula

Para saber mais sobre como abordar o tema, assista à aula abaixo:

Como podemos te ajudar?

Apenas com as instruções fornecidas você já pode fazer um bom trabalho sobre racismo, porém contatando nossa equipe você tem acesso à profissionais qualificados que irão te ajudar com correções e as instruções necessárias. Se você já aprendeu só com um artigo, imagina o serviço completo?  

Preencha o formulário e entre em contato com nossos escritores profissionais. Eles vão te ajudar a revisar, estruturar e até te mandar uma redação pronta como modelo para seus estudos.

FAQ – Perguntas frequentes sobre textos argumentativos

O que dizer sobre o racismo?

Como consequência da variação dos temas não há uma fórmula que funcionará toda vez que você precisar escrever uma redação sobre o racismo, logo, o certo a se fazer é juntar repertório o suficiente para estar preparado.

Como começar uma redação sobre o preconceito racial?

Comece seu texto introduzindo a linha de pensamento que será desenvolvida posteriormente.

Como saber se meu repertório é relevante?

O repertório deve servir de base para o desenvolvimento do texto e se relacionar com o tema. Caso seu repertório fuja da temática, ele não é relevante.

Checklist da redação sobre racismo e discriminação social no Brasil

  • Para escrever uma redação sobre racismo nota 1000 evite fugir do tema e mantenha sua escrita concisa
  • Fique atento à escolha de seu repertório, focando em sustentar sua tese com argumentos bem escritos.
  • Saiba utilizar citações e relacioná-las com o texto
  • Idealize o esqueleto de sua redação de maneira que todos os elementos da estrutura estejam conectados.

André Gazola

André Augusto Gazola é avaliador oficial de redações do ENEM, formado em Letras, professor especialista em escrita e redação para ENEM, vestibulares e concursos públicos, além de pós-graduado em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura.

Recent Posts