Correção de Redação online: o caminho para a nota 1000

Correção de Redação Online Vale a Pena?

Todos os anos eu recebo uma enxurrada de e-mails de alunos do Brasil inteiro: “professor, você faz correção de redação online? Quanto cobra?”. Isso quando não mandam o arquivo anexo esperando que eu vá fazer o serviço de graça (eu adoraria, mas preciso pôr comida na mesa, aqui em casa). Mas o fato é que esses alunos simplesmente não têm que corrija suas redações e ajude-os num passo a passo a tirar uma boa nota no ENEM.

Muitos são tão iniciantes que sequer conhecem os critérios de correção da prova de redação, além de cometerem erros tão básicos que a ajuda de um especialista não serviria para nada – afinal professor nenhum vai fazer mágica para corrigir seus erros de ortografia.

Pensando em tudo isso, nesse artigo eu vou ajudar você no objetivo de fazer uma boa redação do ENEM. Como? Assim:

  • Vou mostrar a importância de uma boa correção, mas a necessidade de você ter um olhar crítico para suas redações antes de enviar para um professor corrigir;
  • Vou explicar cada critério de avaliação da redação do ENEM e dar dicas de como você pode melhorar em cada uma das 5 competências;
  • Vou sugerir 10 temas de redação para o ENEM 2016 – temas originais e menos óbvios que aqueles que encontramos em sites por aí;
  • Vou ajudar a eliminar 80 dos erros gramaticais que certamente você anda cometendo;
  • Vou fornecer um checklist para você ser capaz de fazer uma boa correção inicial em seus próprios textos.

Então vamos lá! O primeiro passo é eu colocar na sua cabeça que serviços muito baratos ou grátis de correção online são perda de tempo e de dinheiro.

A importância de uma boa correção para sua redação

Muitos alunos me procuram para ter aula de redação particular. Minha resposta é sempre a mesma: eu não dou aula de redação, eu faço correção de redação. Por quê? Simplesmente porque não adianta você sentar para assistir a uma aula com dicas gerais ou regras básicas se não puder aplicar isso num texto que você mesmo escreveu. Se a aula for sobre coisas muito específicas, pior ainda, pois certamente aquilo não vai fazer sentido de maneira isolada.

O método que eu considero mais correto é simples: eu passo um tema de redação para o aluno, que escreve o texto de acordo com a estrutura que eu ensino – aquela que tira as notas mais altas no ENEM – e então eu faço a correção comentada junto com o aluno, apontando os acertos, os erros, e indicando como melhorar cada aspecto conforme os critérios de avaliação da redação do ENEM.

Após fazer uma ou duas redações o aluno vai sair tirando nota 1000? Com certeza não. Escrever bem exige um longo caminho de aprendizado e prática constante, então eu diria que você precisa de pelo menos um ano de acompanhamento com um bom professor, que seja capaz de ajudá-lo a evoluir passo a passo, sem pular etapas.

Um acompanhamento desses é algo que alguns serviços de correção de redação online não fazem. Cuidado especialmente com aqueles que são bem baratinhos ou até grátis (o UOL é bem popular nesse sentido). Apesar de até ajudarem um pouco, provavelmente serão tempo e dinheiro perdido.

Eu não estou aqui para vender meus serviços (pois é, eu não faço correções grátis! Preciso pôr comida na mesa, aqui em casa), mas se quiser ter noção do que é uma redação do ENEM corrigida de maneira detalhada, assista a esse meu vídeo abaixo:

Correção de Redação do ENEM online

O que fazer, então? O primeiro passo, antes de inscrever-se num curso online ou contratar um professor particular, é ser capaz de corrigir as partes mais básicas de seus próprios textos, ser capaz de ter um olhar crítico sobre suas redações – e claro, ter disciplina para escrever sempre, no mínimo uma dissertação por semana.

Para isso, muitos encontram um obstáculo óbvio: sobre o que escrever? Quando você pesquisa sobre temas de redação do ENEM no Google, não faltam resultados, mas muitos temas são tão batidos e se repetem tanto que dá até asco. Para ajudar, vou propor alguns assuntos menos óbvios a seguir.

10 temas originais para você praticar sua redação

Que tal se você pudesse praticar já pensando nos temas possíveis para o ENEM 2016? A lista abaixo foi criada por mim pensando justamente nisso.

  • Cyberbullying no século XXI – a tecnologia como um desserviço da moral;
  • Desastres ambientais – como prevenir e controlar uma ameaça para o mundo em desenvolvimento;
  • 100 anos depois – a representatividade do samba para a cultura brasileira;
  • Facebook e Whatsapp: nos tornamos escravos da tecnologia que criamos?
  • Novos planetas habitáveis: é hora de prepararmos a mudança?
  • Liberdade de Expressão e Guerra ao Terror: estamos dispostos a assumir os riscos?
  • O mundo sob demanda: o impacto de serviços como a Netflix e Ubber na sociedade do agora;
  • A voz do povo é a voz de quem? O papel das manifestações sociais pós-2013;
  • A música brasileira para o mundo: quem somos e como nos veem?
  • Youtubers e bloggers: como os microempreendedores da internet vão impactar o mercado de trabalho e as grandes corporações.

Quais os critérios de avaliação de uma redação do ENEM?

Eu acho um absurdo, mas isso é extremamente comum: boa parte dos candidatos desconhece as cinco competências avaliadas pelos corretores do ENEM. Faz sentido fazer uma prova sobre a qual você sequer sabe o que é cobrado? Nenhum sentido. Se você pensa que as únicas coisas avaliadas no ENEM são a correção ortográfica e o vocabulário, preste muita atenção nos itens a seguir.

Competência 1 – Demonstrar domínio da norma culta da língua escrita (200 pontos)

Nesse critério é que seu conhecimento gramatical puro é avaliado. Mostrar domínio de regras e vocabulário, aqui, é importante, apesar de não ser algo extremamente rígido – é sabido que algumas redações nota 1000 podem ter algum errinho pequeno, como falta de acentuação em uma palavra.

Estudar conteúdos como ortografia costuma ser bem chato e, além disso, aumentar seu vocabulário não é algo que você vai conseguir da noite para o dia. Por essa razão, mais uma vez destaco a importância de praticar muito.

Ainda assim, eu posso ajudar. No próximo tópico vou lhe dar um conteúdo precioso para você parar de errar coisas básicas relativas a essa competência.

Competência 2 – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo (200 pontos)

Há vários pontos importantes nesse critério. O primeiro e mais importante é um dos que mais geram nota zero na redação: compreender a proposta, ou seja, não fugir do tema. Tome um cuidado muito grande especialmente para não tangenciar o tema, isto é, não falar unicamente sobre algo relacionado a ele.

O segundo ponto importante é o que envolve a aplicação de conceitos de várias áreas do conhecimento. Quem faz aula particular comigo sempre aparece com dúvidas sobre como iniciar uma redação. Então eu sugiro uma contextualização histórica ou uma citação de um grande pensador que se encaixe à proposta, pois assim contemplamos esse quesito da correção.

Finalmente, não podemos esquecer que a redação do ENEM deve ser do tipo dissertativo-argumentativo. Isso significa posicionar-se em relação ao tema e elaborar argumentos que tenham como objetivo convencer o leitor a respeito de sua opinião. Para isso, você deve usar estratégias argumentativas como exposição de exemplos concretos, argumentos de autoridade, dados estatísticos, e outras.

De onde tirar isso tudo? Do seu conhecimento de mundo, é claro. Não pense que vai sair fazendo textos perfeitos só decorando um monte de regras gramaticais – é preciso ler e manter-se informado sobre tudo que puder, pois quanto maior o seu conhecimento, maiores as chances de você saber relacionar uma parte dele para escrever sobre o tema proposto pela prova. Essa é uma regra básica de redação necessária a qualquer aluno que deseje buscar a nota 1000.

Competência 3 – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista (200 pontos)

Um problema é quando você não sabe nada sobre o assunto, mas outro é quando você sabe demais. Muita gente tem dificuldade para organizar as ideias no papel, por isso o ENEM quer premiar aqueles que são capazes de fazê-lo melhor que os outros.

O segredo, aqui, é nunca começar a escrever “às cegas”, ou seja, sem um planejamento. Eu sempre sugiro que seja feito uma esquematização das ideias, em forma de palavras-chave, antes de iniciar a escrita. Algo que ficaria como na imagem abaixo, para o tema Violência contra a Mulher (ENEM 2015).

Esquema de ideias - Essencial para ter uma boa correção de redação

Só depois de organizar-se dessa forma você deve começar a escrever. É uma boa chance de ter sua redação do ENEM corrigida com gosto pelo avaliador.

Competência 4 – Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação (200 pontos)

Mais um ponto negligenciado por muitos. Construir a argumentação através de mecanismos linguísticos envolve utilizar conjunções, pronomes, advérbios e locuções adequadas para cada situação – habilidade linguística que raramente as aulas tradicionais de português da escola desenvolvem nos alunos. Através desses recursos, os chamados operadores argumentativos, sua redação ganhará uma qualidade muito bem vista aos olhos dos corretores: a coesão.

Se você procurar por exemplos de redações do ENEM nota 1000, vai ver como esses elementos são utilizados em simplesmente todas da forma correta. Portanto, uma boa maneira de desenvolver esse critério é analisar as melhores redações para conseguir espelhar-se em suas próprias. Outro caminho importante é baixar esta lista de operadores argumentativos com exemplos de uso e significação que eu elaborei. Mantenha-a sempre por perto quando for começar uma redação!

Além disso, você também pode assistir a esse meu vídeo em que comento uma redação escrita por mim mesmo, com foco justamente nos elementos coesivos que uso para construir os parágrafos:

Correção de Redação - Uso de Operadores Argumentativos

Competência 5 – Elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural (200 pontos)

Esse é o critério do ENEM que mais difere dos demais vestibulares. Você precisa escrever uma solução para os problemas que desprendem-se do tema proposto. Como resolver aquilo? É papel de quem?

Essa solução não só precisa ser original – esqueça o óbvio –, mas também deve deixar claros os meios de como fazer aquilo. Eu sempre digo: é fácil dizer que a solução para a fome no mundo é distribuir comida para todos, mas como fazer isso? O ENEM quer que você pense sobre um problema social que está perto de você e seja capaz de intervir com ideias e ações.

Evidentemente, sempre há algumas estruturas que você pode usar para potencializar suas chances de tirar uma nota alta. Para isso, não deixe de ler este texto com modelos de introdução e conclusão para a redação do ENEM – eles foram elaborados e utilizados por uma das minhas aulas que tirou 960 na redação.

Bem, agora que você sabe o que o ENEM avalia na sua escrita, já tem bons conhecimentos para poder avaliar seus próprios textos. Como eu disse antes, de nada adianta contratar alguém para isso se você ainda não sabe nem o básico. Eu vou lhe ensinar como fazer uma boa correção nas suas redações antes de enviar para algum especialista.

Corrija sua própria redação: o passo a passo para uma boa revisão textual

Eu ganho muito dinheiro com o ENEM, sabe? Eu cobro R$50,00 por cada redação corrigida e, geralmente, os erros são muito simples de visualizar: gramática, gramática, gramática. Não adianta você querer seguir em frente enquanto não resolver esses seus problemas, muito menos gastar uma grana com um especialista para que ele corrija seus erros de ortografia. Concorda?

Então, aqui vai uma bomba: o fabuloso infográfico do Henrique Carvalho com 80 erros gramaticais que fazem você parecer um idiota. Veja você mesmo:

Infográfico Erros Gramaticais
» Clique Aqui para baixar uma versão em Alta Resolução desse infográfico «

Curtiu? Internalizar essas regras é o primeiro passo (e um dos mais importantes).

Mas aqui vai um passo a passo definitivo para você corrigir sua própria redação com critérios bem claros e definidos:

  1. Tenho certeza de que todas as palavras estão escritas corretamente. Verifiquei especialmente os ss, sc, ç, x, xc z, s, j, g, ch, x;
  2. Revisei a acentuação e tenho certeza de que não esqueci de nenhum acento – especialmente a crase junto a verbos com regência VTI;
  3. Todos os meus parágrafos têm mais de 1 frase, preferencialmente 3;
  4. Tenho poucas ou nenhuma dúvida em relação ao uso das vírgulas e outros sinais de pontuação;
  5. Não repeti palavras demasiadamente, especialmente quando muito próximas, buscando sinônimos ou expressões que possam retomar o elemento a que me refiro novamente;
  6. Minha introdução tem uma frase que define meu posicionamento sobre o tema;
  7. Minhas frases e parágrafos estão conectados através de operadores argumentativos como “Assim”, “Portanto”, “Além disso”, “Dessa forma”, “Nesse sentido” e outros;
  8. Na conclusão, eu tento solucionar o problema que se desprende do tema através de uma ideia original e deixo claro os meios de como fazer aquilo;
  9. Eu uso conhecimentos de outras áreas – Filosofia, História, Geografia, Sociologia, etc. – para fazer relação com o tema proposto.

Faça você mesmo: sua redação do ENEM corrigida

Dessa forma, você aprendeu que enviar sua redação do ENEM para um especialista corrigir é ótimo, mas só deve ser feito após você mesmo fazer uma correção inicial, de modo que seu dinheiro seja bem investido e que o professor não precise ficar corrigindo erros muito básicos que você pode solucionar estudando sozinho.

Agora é a sua vez! Leia e releia este artigo, assista aos vídeos e utilize todos os recursos que eu disponibilizei – você só terá ganhos em sua nota de redação.

Após fazer isso, aí sim é hora de procurar alguém que possa orientá-lo de maneira profissional. Para isso, o melhor curso de Redação para o ENEM é o Redação Definitiva para Vestibulares e ENEM. Nele, você terá o apoio de mestres e doutores em Língua Portuguesa que vão corrigir suas dissertações de acordo com os critérios do Exame Nacional do Ensino Médio e ainda lhe fornecer todas as técnicas necessárias para alcançar a nota 1000.

André Augusto Gazola é formado em Letras, professor de Literatura e História da Arte, pós-graduado em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura e fundador do blog Lendo.org.

Comente!

Aprenda até 9x mais rápido para o ENEM 2017

Aumente sua capacidade e garanta sua vaga na Universidade!
VER AGORA
close-link

Conteúdo Protegido!

Cadastre seu e-mail abaixo para desbloquear
os modelos de resenha exclusivos.
(você os receberá em sua caixa de email)
Baixar Modelos
close-link