32 livros que eu li em 2009 que você vai gostar de ler em 2010


Ano passado, li um número enorme de livros e acabei por não listá-los aqui devido a qualquer motivo que ignoro — o que não pretendo deixar acontecer novamente.

Apesar de ter falado no último post sobre os livros mais vendidos de 2009, não é esse tipo de livro que costumo ler (daquela lista não li nenhum, mas alguém andou me falando sobre exigências do mercado ou algo assim). Na faculdade de Letras, entramos em contato com uma vasta lista de obras clássicas que eu realmente acredito que deveriam ser lidas por todas as pessoas, uma vez que proporcionam experiências estéticas muito superiores, na minha opinião, que qualquer best-seller de capa bonitinha que vemos por aí.

Então quero sugerir minhas leituras de 2009 a você que já está pensando na lista de leituras para 2010. Alguns dos títulos são de caráter mais teórico, mas resolvi não excluí-los da lista, pois sei que muitos leitores também se interessam por temas transversais à literatura como sociologia, antropologia e crítica literária propriamente dita, ou por obras de teoria da educação, como as de Paulo Freire.

Adotei um sistema de avaliação bem simples, baseado em estrelinhas. De 1 a 5, quantas estrelinhas um livro merece? E você terá minha avaliação de forma bem objetiva. Aproveitei para linkar todos eles à sua página no Submarino, que está com uma incrível promoção de 20.000 livros com até 80% de desconto – essa é a hora de comprar presentes para o seu Natal cult ;-)

  • As Flores do Mal, de Charles Baudelaire
  • Persuasão, de Jane Austen
  • O Anticristo, de Friedrich Nietzsche
  • Sobre a Modernidade, de Charles Baudelaire
  • Édipo Rei, de Sófocles (releitura)
  • A Casa da Minha Infância, de Luis Nassif
  • Romeu e Julieta, de Shakespeare
  • Vidas Secas, de Graciliano Ramos
  • Os Ratos, de Dyonélio Machado
  • Menino de Engenho, de José Lins do Rego
  • O Quinze, de Raquel de Queiróz
  • Pedagogia da Autonomia, de Paulo Freire
  • Os Sertões, de Euclides da Cunha
  • Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida
  • O Ateneu, de Raul Pompéia
  • A Carne, de Julio Ribeiro
  • O Cortiço, de Aluízio Azevedo
  • Canaã, de Graça Aranha
  • Poesias, de Alberto de Oliveira
  • A Escrava Isaura, de Bernardo Guimarães
  • A fada que tinha idéias, de Fernanda Lopes de Almeida
  • Meu pé de laranja lima, de José Mauro de Vasconcelos
  • História meio ao contrário, de Ana Maria Machado
  • Cinco histórias do Bruxo do Cosme Velho, contos de Machado de Assis
  • A Droga da Obediência, de Pedro Bandeira
  • O Mal-estar da pós-modernidade, de Zygmunt Bauman
  • Charles Baudelaire: um lírico no auge do capitalismo, de Walter Benjamin
  • Boitempo, de Carlos Drummond de Andrade
  • Curso de Literatura Inglesa, de Jorge Luis Borges
  • Borges e os Orangotangos eternos, de Luis Fernando Veríssimo
  • Comédias para ler na escola, de Luis Fernando Veríssimo
  • Mais comédias para ler na escola, de Luis Fernando Veríssimo

E você? Leu muito em 2009? Que tal deixar suas melhores indicações de leitura nos comentários?! Afinal, eu também estou fazendo minha lista de leituras para 2010!

Se você tem blog, uma boa ideia é fazer uma lista como essa acima. Não deixe de me avisar para que eu coloque seu link nesse post.

André Gazola

André Augusto Gazola é formado em Letras, professor especialista em escrita e redação para ENEM, vestibulares e concursos públicos, além de pós-graduado em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura.

Recent Content