30 livros que eu li em 2007 e que você vai gostar de ler em 2008


A média de livros que os brasileiros lêem por ano é de 1,8, segundo a Câmara Brasileira do Livro. Por isso, não tive como não me orgulhar quando percebi que estou 28,2 pontos acima dessa média.

É claro que eu, como a maioria dos que passam por aqui, faço parte de uma minoria que lê bastante. Ainda mais pelo fato de fazer faculdade de Letras. Sem dúvida, um belo estímulo.

Então, resolvi listar os livros que li nesse ano que está terminando. Tenho quase certeza que estou esquecendo de algum. Aqueles que a gente pega naqueles fins de semana chuvosos, sem nada pra fazer, ou aqueles que simplesmente não fizeram diferença. Também não estou contando os que li só metade e não tive mais tempo de terminar, não estou contando os contos avulsos e nem os parágrafos apressados no meio das estantes da biblioteca, antes de ir correndo pra aula.

Foram 30 no total. 30 que realmente transformam uma pessoa, em um ano.

Nos que eu escrevi a resenha, ou simplesmente algo sobre, coloquei o respectivo link. Ao lado de cada um, há uma pequena avaliação que vai de 1 a 5 estrelas e ainda o link para comparação de preços, um serviço útil caso você se interessar em comprar a obra.

  1. A Casa de Bernarda Alba, de García Lorca |
  2. A Cocanha, de José Clemente Pozzenato |
  3. A língua de Eulália, de Marcos Bagno |
  4. Anotações durante o incêndio, de Cíntia Moscovich |
  5. Anjos e Demônios, de Dan Brown |
  6. Ariel, de Sylvia Plath |
  7. A Menina que roubava livros, de Markus Zusak |
  8. As mentiras que os homens contam, de Luis Fernando Veríssimo |
  9. As origens da linguagem, de Yonne Leite & Bruna Franchetto |
  10. A Vida é Sonho, de Calderón de la Barca |
  11. Banquete com os Deuses, de Luis Fernando Veríssimo |
  12. Bola de Sebo e outros contos, de Guy de Maupassant |
  13. Caminhando na Chuva, de Charles Kiefer |
  14. Como conquistar pessoas, de Allan e Barbara Pease |
  15. Cordioli: 70 anos de xadrez: 1936-2006, de Jairo Cordioli |
  16. Desvendando os segredos da linguagem corporal, de Allan e Barbara Pease |
  17. Édipo Rei, de Sófocles |
  18. Fedra, de Racine |
  19. Febre, de Robin Cook |
  20. Leda, de Roberto Pompeu de Toledo |
  21. Macbeth, de Shakespeare |
  22. Memórias de Minhas Putas tristes, de Gabriel Garcia Márquez |
  23. Movimento Pendular, de Alberto Mussa |
  24. Música Perdida, de Luiz Antonio de Assis Brasil |
  25. Neve, de Orhan Pamuk |
  26. O Quatrilho, de José Clemente Pozenato |
  27. Os Sofrimentos do Jovem Werther, de Goethe |
  28. Preconceito Lingüístico, o que é, como se faz, de Marcos Bagno |
  29. Sexo na Cabeça, de Luis Fernando Veríssimo |
  30. Toxina, de Robin Cook |

Provavelmente, antes do final do ano, eu termine de ler O Apanhador no Campo de Centeio, aí serão 31 :)

André Gazola

André Augusto Gazola é formado em Letras, professor especialista em escrita e redação para ENEM, vestibulares e concursos públicos, além de pós-graduado em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura.

Recent Content