Meu segundo semestre na Faculdade de Letras

No início desse ano, quando decidi entrar na faculdade de Letras, sabia que seria um desafio dos grandes.

Sistema de notas da faculdade

O primeiro semestre, como era de se esperar, mostrou-se leve e piedoso. A coisa começou a esquentar nesse segundo semestre, que não permitiu muitas paradas pra respirar.

Vamos ver como foram as disciplinas que cursei:

Morfossintaxe I

O primeiro contato acadêmico que tive com o português puro. Aqui nós estudamos as estruturas verbais e nominais. Agora eu já sei quase tudo sobre desinências, vogais temáticas, sufixos, prefixos, processos de derivação e composição, além das apaixonantes locuções verbais.

Meu conceito final não podia ser melhor: 4.

Lingüística II

Enquanto na Lingüística I aprendemos sobre as origens e a evolução dos estudos da linguagem, na Lingüística II adentramos em um dos ramos mais discutidos da lingüística: a Sociolingüística, que estuda todos os aspectos da linguagem e sua relação com a sociedade. Daí todo meu interesse pelo preconceito lingüístico

Meu conceito final também foi máximo: 4.

Estudos Literários II

Estudos Literários I foi uma matéria que decepcionou bastante no semestre passado. Coisa que não se repetiu dessa vez.

O foco de estudo foi a narrativa e seus elementos constituintes: narrador, personagens, tempo, espaço, ambiente e enredo. Além disso, sempre foram feitas relações das obras com a sociedade e, a partir disso, desenvolvemos debates muito interessantes.

Foi, sem dúvida, a disciplina mais trabalhosa do semestre, mas também a mais satisfatória.

Meu conceito final: 4.

Políticas Educacionais: Estruturas e Sistemas

Aqui começam as disciplinas específicas a currículos de licenciatura. Já vou dizer que me decepcionaram bastante. Algumas pelo professor não ter qualificação suficiente, outras pelo conteúdo em si. Isso fez com que eu não me dedicasse tanto a elas.

Em Políticas Educacionais aprende-se sobre a evolução do sistema de ensino brasileiro. Estudam-se as leis propriamente ditas: todas as Constituições desde 1888, Leis de Diretrizes e Bases (LDB), o que é obrigatório, o que não é, como deveria ser (e nem sempre é) etc.

Meu conceito final foi satisfatório: 3.

Filosofia da Educação

Eu não sei exatamente o quê aprendi nessa matéria. Talvez algo como “O professor não deve desanimar diante das dificuldades e nunca pode perder a esperança, não importa o que aconteça”.

Só valeu a pena por um filme interessante chamado Conrack (aqueles no estilo “professor-herói-que-doma-alunos-impossíveis”) e por algumas intrigas e desafios com o professor. Por exemplo, um de seus métodos foi exigir um diário de classe ao final de cada aula, a ser entregue ao término do semestre. A partir disso, meu trabalho entitulou-se O porquê de o Diário de Classe ser uma prática pedagógica insatisfatória (clique e leia em PDF). Instigante, não? :-)

Meu conceito final foi maior do que eu esperava: 3.

Psicologia do Desenvolvimento

Argh! Eu ainda me arrependo do dinheiro que gastei com essa disciplina.
Simplesmente um lixo. Não foram feitas comparações com a realidade do ensino, o que tornou o conteúdo isolado e sem sentido. Freud, Erikson, Piaget, um monte de teorias soltas e jogadas.

Meu conceito final foi 3, mas isso não significa nada.

Conclusão

Eu sempre ouvi falar das tais disciplinas “caça-níquel”, mas nunca tinha me deparado com elas. Realmente não é uma situação nada agradável.

Apesar disso, o semestre foi bastante produtivo em discussões, elaboração de textos e um conhecimento teórico inicial da estrutura da língua portuguesa.

Para o primeiro semestre de 2008, seis novos desafios me aguardam:

  • Leitura e Produção Textual I
  • Morfossintaxe II
  • Literatura Portuguesa
  • Antropologia
  • Psicologia da Aprendizagem
  • Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Atuação Docente

Para mais detalhes sobre minhas experiências no curso de Letras, leia os textos abaixo:

Meu segundo semestre na Faculdade de Letras by

André Augusto Gazola é formado em Letras, professor de Literatura e História da Arte, pós-graduando em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura e fundador do blog Lendo.org.É casado e mora em Bento Gonçalves-RS.

Deixe seu comentário!

Já ganhou seu livro?

Você já teve dúvidas na hora de escrever? Então essa é uma grande oportunidade de resolvê-las!

Veja o que você vai aprender com o livro Como Escrever com Clareza:

  • Conhecer seu leitor e criar um texto que atenda suas necessidades
  • Escolher as palavras certas para causar o efeito desejado
  • Estruturar seu texto para prender o leitor do início ao fim
Não, obrigado. Nunca cometo erros de escrita.

Cadastre-se e receba em instantes!

Seu e-mail não será divulgado.

Cadastre-se e ganhe um livro grátis!

Receba em seu e-mail o livro Como Escrever com Clareza, de André Gazola, e ainda tenha acesso aos cursos grátis do Lendo.org!

Seu e-mail não será divulgado.